Essa, querido amigo(a) advogado(a), é uma opção que, na minha opinião, só pode ser tomada caso você realmente se sente desconfortável com a advocacia, ou seja, quando você realmente, após muita reflexão, cheque a conclusão que você até gosta do direito, porém não de atuar como advogado, mas como um servidor público, cujas as atribuições podem ou não estarem ligadas ao direito.

  Fora isso, como já disse em outros artigos, o advogado deve ser persistente, deve buscar seu crescimento diariamente. Eu sei que falar é fácil e fazer não tanto, mas você deve ter perseverança, resistência, paciência e ir, pouco a pouco, ocupando o seu merecido lugar no mercado.

  Logo, não tenho absolutamente nenhuma objeção a quem se forma em Direito mas sempre sonhou em uma carreira no Poder Público e nunca pensou em advogar. Tudo bem! Cada um tem que fazer o que quer. Se você sempre sonhou em ser um magistrado, certo, corra atrás e estude para passar e aplicar de forma justa, técnica e correta o direito positivo.

  Se seu sonho é ser um Defensor Público, um Promotor de Justiça ou um serventuário vá em frente. Estude para passar. Estou te apoiando nisso.

SOBRE O AUTOR

Me chamo Alessandro Dantas, tenho 40 (quarenta) anos, me formei há 16 (dezesseis) anos e meu currículo pode se resumir da seguinte forma:

Sou especialista e mestre na área de Direito Público;

Tenho 18 (dezoito) livros publicados ligados ao Direito Administrativo;

Mais de 50 (cinquenta) artigos jurídicos publicados sobre o tema que atuo;

Coordeno, junto com dois outros profissionais de elite, uma coleção de livros jurídicos para uso profissional que terá mais de 50 (cinquenta) volumes;

Já concedi dezenas de entrevistas para diversos segmentos da mídia nacional (seja por rádio, televisão e jornal impresso), muitos facilmente encontrados na internet;

Sou professor de Direito Administrativo da Escola Superior de Advocacia do Estado do Espírito Santo;

Sou professor de Direito Administrativo da Escola Superior do Ministério Público do Estado do Espírito Santo;

Sou professor de Direito Administrativo da Escola Superior da Magistratura do Espírito Santo,

Sou professor de Direito Administrativo de renomados cursos preparatórios nacionais para concursos de carreiras jurídicas;

Fui coordenador e palestrante do Congresso Brasileiro de Concurso Público, do Seminário Avançado de Processo Administrativo Disciplinar e ministro e já ministrei diversas palestras nos maiores congressos sobre gestão pública do País

E, o mais importante, advogo para mais de 2.000 (duas mil) pessoas que são clientes de todos os Estados da Federação e já ganhei muitas causas bem complexas relacionadas à minha área de atuação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.